Lesao de Rigoni incomoda Sao Paulo

Lesão de Rigoni incomoda São Paulo e pressiona grupo do Reffis: ‘Algo não está certo’

Na volta de Hernán Crespo a São Paulo após se recuperar do Covid-19, o time finalmente conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Mesmo jogando no Beira-Rio, o Tricolor não sabia e venceu por 2 a 0, com gols de Igor Gomes e Emiliano Rigoni. O argentino é um dos atletas mais ativos do atual elenco, contribuindo com gols e assistências no ataque.

Aos 28 anos, Rigoni também impressiona pela versatilidade. No setor ofensivo, já atuou como ala, como ala direito, meio-campista e segundo atacante. Ele é um dos únicos atletas ambidestros do elenco, junto com Hernanes, o que torna mais difícil para o adversário pará-lo. O que preocupa, porém, o torcedor tricolor no atleta são as lesões.

Na vitória contra o Inter, na última quarta-feira (07), aliás, Rigoni foi substituído por dores na coxa direita e será reavaliado nesta quinta-feira (08), em São Paulo. Após a partida, o meia-atacante negou que fosse algo sério e tranquilizou a torcida. Foi uma carga, não é nada grave, [saí] só para prevenir um pouco”.

Assim como o compatriota Martin Benítez, com quem trabalhou no Independiente-ARG, Rigoni tem se preocupado com o Reffis (Centro de Reabilitação Fisioterapêutica e Fisiológica do Esporte de São Paulo). Eduardo Rodrigues, setorista do clube no GloboEsporte.com, alerta para a quantidade de problemas físicos que o meia enfrenta em tão pouco tempo.

“Caso se confirme uma lesão em Rigoni, algo não está certo na parte médica do São Paulo. O argentino não jogou o Paulistão, era banco no Elche, da Espanha, e ficou um mês sem atuar antes de chegar ao Tricolor. Nos últimos jogos do São Paulo só atuouu os 90 minutos contra o Bragantino”, comenta Rodrigues.


PRÓXIMO ARTIGO →